quarta-feira, 29 de abril de 2015

IKEA Vegetariano

No fim de semana passado decidi fazer uma visita ao IKEA de Alfragide para experimentar as suas novas almôndegas 100% vegetarianas que têm sido faladas por todo o lado.

Chegada ao IKEA, fui direitinha à parte da restauração que, infelizmente está em remodelação, fazendo com que esta zona esteja caótica.

Mas, depois de uns bons minutos à espera, consegui as almôndegas! E aqui estão elas:

Depois de ter lido que muita gente as achou massudas ou sem sabor, eu tenho a dizer que as adorei. A sério, estavam mesmo mesmo boas! :)
Já o arroz que as acompanhava não foi tão fantástico. Não era mau mas, achei que era demasiado oleoso.
Para além do arroz havia também a opção de puré de batata como acompanhamento mas creio que este leva leite, logo não experimentei.
Como molho também só havia este doce de arandos 100% vegetal.

Tenho pena que estejam a servir em pratos de plástico mas penso que seja algo temporário por estarem em remodelações.

Este prato (10 almôndegas + acompanhamento) custou 4€. Mais barato que as almôndegas de animais ;)

Podem ler aqui mais informação sobre estas almôndegas.
 
Para além disso, aproveitei para descobrir que outros alimentos vegetarianos eles vendem.

Descobri estas "panquecas" de batata:
http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/60118921/
Que são bastante saborosas e isentas de ingredientes animais.

E, descobri este "caviar" à base de algas que estava esgotado na altura, logo não pude experimentar.
http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/30201672/
Resultado: Recomendo que experimentem estas almôndegas vegetarianas quando passarem por um IKEA e que tragam estas panquecas para quando quiserem uma refeição rápida ;)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Gelados 100% vegetais à base de leite condensando vegetal caseiro (Vários Sabores)

Ora, já muitos conhecemos os gelados vegetarianos à base de banana. Mas, depois de fazer estes gelados à base de leite condensado vegetal, não quero outra coisa. São tão saborosos!

Ora vamos então à receita!

Gelado vegetariano à base de leite condensado:

Ingredientes (para cerca de 1500g de gelado):
Para o leite condensado:
- 2 latas de leite de coco (400ml cada)
- 1 xícara de açúcar amarelo (ou outro adoçante a gosto)

Para a base de gelado vegetariana:
- 4 latas de leite de coco (400ml cada)
- leite condensando vegetal da receita anterior
- 2 colheres de sopa de extracto de baunilha

Instruções:
Começamos por fazer o leite condensado:
Numa panela, adicionamos as duas latas de leite de coco e misturamos o açúcar.
Colocamos no fogão em lume médio-baixo e esperamos que ferva durante cerca de 30 a 40 minutos sem mexer.
O leite deverá começar a borbulhar e dourar ligeiramente e, reduzir para metade da sua quantidade.
Quando este estiver assim, verificamos com uma colher de pau se este se encontra mais espesso e com aparência de leite condensado tradicional.
Deixamos arrefecer completamente.

Para a base de gelado:
Colocamos as 4 latas de leite de coco no frigorífico de um dia para o outro.
Ao segundo dia, abrimos a latas e colocamos num recipiente a parte sólida do leite, com cuidado, para que não se misture com a líquida.
Reservamos a parte líquida (a água de coco) para bebermos ou juntarmos a outra receita.
Com a parte sólida, começamos a bater com uma batedeira eléctrica até que esta se incorpore e aumente o tamanho.
Juntamos de seguida o leite condensado e continuamos a bater.
Finalmente juntamos o extracto de baunilha e batemos até a mistura ficar com aparência de claras em castelo.

Agora para os diferentes sabores:

Eu dividi a base em 6 partes (cerca de 250g cada) e dei-lhes sabores diferentes.


Limão e Hortelã:
- Sumo de 1 limão
- Raspas de 1 limão
- Molhinho de hortelã picadinha

Nutella e Avelãs:
- 1/3 xícara de avelãs torradas e picadas
- 2 colheres de sopa de Nutella caseira

Menta e Pepitas de chocolate:
- 1/8 de colher de chá de óleo de menta pura
- 1/2 xícara de pepitas de chocolate negro (sem derivados)

Bolacha de Chocolate:
- 4 a 5 bolachas de chocolate preferidas picadas

Manga:
- Puré de 1 manga

Stracciatella:
- 50g de chocolate negro derretido

Para todos os sabores acima (excepto o Stracciatella) basta juntar à base de gelado, o sabor pretendido, misturar tudo e guardar no congelador.
Aguardar cerca de 4 a 5 horas e está pronto a servir!!!

Para a Stracciatella é necessário congelar a base de gelado primeiro e só depois desta gelada, começamos por deitar fios de chocolate quente derretido em cima do gelado.
O chocolate irá solidificar instantaneamente. Com uma colher, misturamos o gelado e vamos deitando mais fios de chocolate.
Sempre assim, até deitar todo o chocolate e o gelado estar recheado de lasquinhas de chocolate.
Volta-se a colocar no congelador e, dentro de 1 hora está pronto a servir!

Dicas e sugestões:
- O leite de coco a usar deve ser um com bastante gordura. O que usei (do Aldi) tinha 20g de lípidos por cada 100ml de leite. Se for usado leite de coco magro, este não irá separar-se em parte sólida e líquida e não conseguiremos o efeito pretendido.
- Deve ser usado extracto de baunilha puro e não essência/aromas de baunilha que têm tudo menos baunilha e não levam álcool (ingrediente usado nos extractos) que ajuda o gelado a não cristalizar.
- Poderão ser feitos outros sabores, estes são os meus preferidos mas a nossa gulodice é o limite!
- Pode ser colocado menos açúcar ao leite condensado e poderão ser usados outros adoçantes.
- Caso o gelado esteja muito duro mal retiramos do congelador, convém aguardar cerca de 10 a 15 minutos para que seja mais fácil de servir.
- A água de coco que sobra pode ser utilizada para fazer batidos de fruta. Fica uma delícia!


Bom apetite! Qualquer dúvida, deixem comentário!

Receita de gelado adaptada daqui.

Nutella caseira

sábado, 25 de abril de 2015

Receita de Nutella 100% Vegetal + Receita de Waffles Simples

A Nutella original não é vegetal e por isso, não há nada melhor que fazer a nossa.

Aqui fica esta receita fantástica de Nutella 100% vegetal e também uma receita de waffles simples que acompanham muito bem a Nutella :)


Nutella 100% Vegetal:

Ingredientes:
-1 xícara de avelãs cruas
-2 colheres de sopa de cacau magro em pó
-100g chocolate negro (sem derivados)
-1/2 xícara de icing sugar (ou outro adoçante a gosto)
-1/2 colher de chá de extracto de baunilha
-1 colher de sopa de óleo de girassol (ou outro óleo vegetal neutro)

Instruções:
Começamos por colocar as avelãs a torrar por cerca de 10 a 15 minutos a 200ºC no forno.
Quando estas libertarem um bom aroma, retiramos do forno e colocamo-las numa toalha de cozinha.
Fazemos uma trouxinha com estas e esfregamos a tolha entre as nossas mãos e na bancada de cozinha para que a maior parte das peles das avelãs se soltem.
Colocamos as avelãs sem as peles num processador de alimentos e, começamos a triturar. As avelãs começam por ficar em bocadinhos, depois ficam numa farinha e só mais tarde, começa a aparecer uma pasta que irá libertar um óleo e ficar brilhante e cremosa. Temos agora manteiga de avelã (ver imagem abaixo).
De seguida, partimos o chocolate negro em pedacinhos e derretêmo-lo no microondas ou em banho maria.
Adicionamos ao processador de alimentos, juntamente com o resto dos ingredientes.
Voltamos a triturar tudo até ficar uma mistura homogénea e muito muito cremosa.

E está feita! Agora podemos guardar este nutella vegetal num frasco bem fechado e guardá-la a temperatura ambiente por cerca de 2 semanas :)


E, com esta Nutella, nada melhor que umas waffles!

Waffles Simples:

Ingredientes (para 4 waffles):
-1 xícara de leite vegetal (usei de aveia, mas qualquer um serve)
-1 xícara de farinha integral
-1 colher de sopa de sementes de linhaça trituradas na hora
-2 colheres de chá de fermento em pó
-1 colher de sopa de óleo vegetal (usei azeite)
-pitada de sal

Instruções:
Começamos por ligar a maquina de waffles para que esta possa começar a aquecer.
De seguida, num recipiente, misturamos todos os ingredientes secos, e noutro, todos os ingredientes líquidos.
Deitamos agora a mistura líquida na mistura seca e mexemos tudo até ficar uma mistura homogénea.
Quando a máquina de waffles estiver quente, deitamos cerca de 1/3 de xícara de mistura de cada vez, para fazer um waffle.
Este fica feito quando estiver douradinho.



Bom apetite!

E que tal uns waffles com nutella caseira e rodelas de banana? Yummy!

Receita de Nutella adaptada daqui

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Lasanha Tradicional (Vegetal) Gratinada com queijo (vegetal) derretido

Antes de ser vegetariana/vegana, a minha comida favorita era lasanha. Adorava a lasanha caseira que a minha avó fazia.
Depois de retirar animais e derivados da minha alimentação, o meu maior desafio até ontem era conseguir fazer uma lasanha 100% vegetal que invejasse a lasanha da minha avó :P
Depois de ter experimentado umas quantas receitas de lasanhas vegetais, com vários queijos vegetais diferentes, estava a dar este desafio como falhado. As lasanhas vegetais eram saborosas, mas faltava-lhes terem o mesmo sabor, textura, queijo derretido,...

Decidi ontem experimentar fazer a minha receia. E não é que resultou?
A sério! Esta lasanha sabe a lasanha!

Aqui vai a receita ;)


Lasanha Tradicional (Vegetal) Gratinada com queijo (vegetal) derretido

Ingredientes (para 6 pessoas):

Para o queijo derretido:
-3/4 xícara de leite de soja puro (de preferência caseiro)
-1/4 xícara de óleo vegetal de sabor neutro (girassol, milho,...)
-2 colheres de sopa de flocos de levedura nutricional ou flocos de levedura de cerveja
-2 colheres de sopa de farinha de tapioca
-1 colher de sopa de miso
-1 colher de sopa de polpa de tomate
-1/4 colher de chá de mostarda em pó
-1/4 colher de chá de alho em pó
-1/4 colher de chá de goma xantana (opcional mas recomendado)
-1/4 colher de chá de sal fino

Para o molho béchamel:
-3/4 de xícara de margarina vegetal
-1/3 de xícara de farinha branca
-800ml (2 latas) de leite de coco
-noz moscada a gosto
-pimenta preta a gosto
-sal a gosto

Para o molho de tomate:
-2 latas grandes (780g cada) de tomate pelado
-1 alheira vegetariana
-1 cebola picada
-1 curgete aos cubos
-1 beringela aos cubos
-300g de tofu
-10 azeitonas pretas picadas
-cebolinho fresco a gosto
-alho em pó a gosto
-pimenta preta a gosto
-manjericão seco a gosto
-sal a gosto
-Azeite
-Açúcar (opcional)

-massa para lasanha sem ovo (usei massa verde)

Instruções:

Começamos por fazer o queijo:
Deitamos todos os ingredientes para um tacho e com a ajuda de um batedor de varas misturamos tudo até ficar uma mistura homogénea.
Acendemos o fogão em lume médio e vamos mexendo constantemente com a ajuda de uma espátula, até a mistura incorporar e ficar brilhante.
Deixamos a mistura em lume muito baixo, mexendo ocasionalmente, até esta ser utilizada.

O molho béchamel:
Começamos por derreter a margarina num tacho e de seguida misturamos a farinha.
Vamos mexendo até a mistura dourar e de seguida vamos deitando a pouco e pouco o leite de coco.
Temperamos com noz moscada, sal e pimenta preta e vamos mexendo até a mistura começar a ferver e engrossar.

O molho de tomate:
Começamos por colocar um fio de azeite no fundo de uma panela e de seguida adicionamos a cebola picada.
Deixamos refogar um pouco até esta ficar translúcida e a seguir adicionamos a curgete e a beringela em cubos.
Vamos mexendo de vez em quando o refogado até estas ficarem ligeiramente tostadas.
Adicionamos agora o conteúdo das duas latas de tomate pelado e temperamos agora com sal, pimenta, manjericão e alho em pó.
Tapamos a panela por 5 minutos e deixamos os ingredientes cozerem em lume médio.
De seguida, com uma varinha mágica, trituramos o molho de forma a ficar uma mistura homogénea e cremosa.
Esmigalhamos o tofu com um garfo e adicionamos ao molho.
Removemos a tripa da alheira e adicionamos o conteúdo ao molho.
Picamos cebolinho a gosto e as azeitonas e adicionamos à mistura.
Deixamos o molho em lume médio mais uns 5 minutos, mexendo de vez em quando.
Provamos o molho e, se este estiver muito ácido, adicionamos um pouco de açúcar ou outro adoçante.
O molho deve ficar líquido mas ligeiramente incorporado. Não deve ficar aguado, se estiver assim, deixamos cozer mais uns minutos.

Montagem da lasanha:
Num tabuleiro de ir ao forno, começamos por colocar uma camada fina de molho de tomate. De seguida, cobrimos com a massa da lasanha.
Voltamos a colocar mais uma camada de molho de tomate, seguida de uma de bechamel, de uma de queijo e de uma de massa.
Vamos fazendo isto até chegarmos ao topo do tabueleiro, sendo que a camada superior deverá ser de molho bechamel com queijo por cima.
Levamos o tabuleiro ao forno por 30 a 40 minutos a 200ºC, até o topo da lasanha dourar e gratinar.

Está pronta a servir!
Aprecie esta maravilhosa iguaria que engana pessoas :P Elas não descobrem que não levou carne!
Dizem que a "lasanha do LIDL" é fantástica... É porque nunca experimentaram esta :P



Sugestões e Dicas:
  • A goma xantana no queijo é usada para lhe dar mais viscosidade. Não é obrigatório usar (não altera o sabor) mas dá-lhe uma melhor textura.
  • É sugerido usar leite de soja puro (caseiro) sem aditivos, para fazer o queijo. No entanto, eu usei leite de soja Alpro Original e gostei do resultado.
  • Eu triturei o molho com a varinha mágica para que este se assemelhasse às lasanhas tradicionais mas este passo não é necessário se preferirem sentir a textura dos legumes ;)
  • O tofu a usar pode ser qualquer um, o seu sabor não se irá notar, apenas a sua textura (que imita a de carne picada). Eu usei um tofu (horroroso) que tinha guardado da marca Cem Porcento e resultou muito bem ;)
  • Não cometam o mesmo erro que eu e usem um tabuleiro que depois não vos cabe no forno :|

Bom apetite!!!
Qualquer dúvida ou sugestão, deixem comentário :)


A receita do queijo foi adaptada do livro "The Non-Dairy Evolution Cookbook" de Skye Michael Conroy

Atualizado a 16/12/2015:

Mais umas fotos de uma lasanha que fiz recentemente com algumas alterações.


 Nesta versão, usei um chouriço vegetal em vez de alheira. Usei abóbora manteiga em vez de beringela. E, não triturei o molho, logo podiamos sentir os vegetais ao comer. :)

terça-feira, 21 de abril de 2015

Guacamole Colorido de Comer e Chorar por Mais (Com Manga e Morangos)

Alguma vez provaram Guacamole e não gostaram? Pois, isso já me aconteceu. Eu gosto bastante de abacate mas, só o consigo comer se o seu sabor for misturado com outros.
Esta receita de Guacamole vai ganhar fãs de todos os tipos, os que não gostam de abacate, os que não gostam de Guacamole, os que gostam de abacate e Guacamole, os vegetarianos, os carnistas,... apresentem-me alguém que não goste... :P

A receita original deste Guacamole não é minha. Ela encontra-se no livro Oh She Glows de Angela Liddon, o qual recomendo imenso. Recomendo também o seu blog para outras receitas maravilhosas.


Vamos então à receita!

Guacamole Colorido de Comer e Chorar por Mais (Com Manga e Morangos)

Ingredientes:
- 2 abacates médios (maduros mas firmes, se possível)
- 1/2 cebola roxa picada
- 1 manga descascada e cortada em cubinhos
- 1 xícara de morangos cortados em quartos
- sumo de meia lima (ou quantidade a gosto)
- sal a gosto
- 1/2 xícara de salsa picadinha

Instruções:
Comece por retirar a polpa dos abacates e cortar em cubos.
Coloque os cubos de abacate numa taça de servir e esmigalhe ligeiramente, deixando alguns bocados inteiros.
Regue com a lima, para que o abacate não oxide rapidamente.
Passe a cebola picada por água, para esta reduzir um pouco o ácido sulfúrico e ficar menos activa.
Adicione ao abacate a cebola, a manga, os morangos e a salsa.
Misture tudo bem e adicione sal a gosto.

Sirva dentro de uma hora, para não deixar o abacate escurecer e recomendo usar algum tipo de tostinhas ou 'chips' para acompanhar este fantástico guacamole.

Da última vez que fiz esta receita acompanhei com estes 'chips' feitos através de pão pita. Podem ver esta receita "Receita Rápida de Pão de Alhoem Pita"  (só que não adicionei nada às pitas, foram apenas cortadas ao forno até tostarem).


Aqui está um fantástico Guacamole ao lado de um cuscuz colorido que em breve terá receita no blog ;)

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Bolo 'After Eight' (Bolo de Chocolate e Menta)

Um dos chocolates que mais gosto é o After Eight, infelizmente este não é vegetariano e por isso deixei de o comprar.
Para me relembrar um pouco do sabor do chocolate com menta, decidi fazer este bolo :)


Bolo 'After Eight' (Bolo de Chocolate e Menta)

Ingredientes:
- 1 1/4 xícaras de farinha
- 1/2 xícara de cacau em pó
- 2/3 xícara de açúcar mascavado
- 1/3 xícara de óleo de girassol (ou outro óleo vegetal)
- 10 a 20 folhas de menta seca ou fresca
- 1 xícara de água a ferver
- 1 colher de chá de bicabornato de sódio
- 1/2 colher de chá de sal
- 1/8 colher de chá de óleo de menta ou 1 colher de chá de extracto de menta (opcional)
- 2 colheres de sopa de vinagre de sidra

Instruções:
Comece por colocar as folhas de menta num recipiente com a água a ferver e tape. Reserve.
Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte a forma para o bolo com um pouco de margina ou óleo vegetal e de seguida polvilhe um pouco de cacau em pó. Remova o cacau em excesso.
Deite todos os ingredientes secos para um recipiente e misture-os.
Num outro recipiente, deite a água de menta (sem as folhas), o vinagre, óleo vegetal e extracto de menta.
Deite agora a mistura líquida no recipiente da mistura seca e vá mexendo devagar com uma espátula ou colher de pau, até ficar uma mistura homogénea.
Coloque agora a mistura na forma e leva ao forno por 30 a 40 minutos, até conseguir espetar um palito no meio do bolo e este sair limpo.
Deixe o bolo arrefecer 10 minutos antes de o retirar da forma.

Cobertura:
Ingredientes:
- 1 tabelete de chocolate negro (sem derivados)
- 2 a 3 colheres de sopa de leite vegetal

Instruções:
Derreta o chocolate em banho maria e misture o leite vegetal, até a mistura ficar mais líquida.
Deixe arrefecer ligeiramente e de seguida espalhe por cima do bolo.
Coloque o bolo no frigorífico para que a cobertura arrefeça.



Adaptado desta receita.

Aviso: Os chocolates 'After Eight' não são vegetarianos. No entanto existem algumas marcas brancas que vendem uns chocolates semelhantes que não contém ingredientes de origem animal.

sábado, 11 de abril de 2015

Biscoitos 100% Vegetais Caseiros para Gatos (ou Cães)

Aqui estão uns biscoitinhos caseiros que o meu gato adora!


Antes de mais, queria avisar que o meu gato não é vegetariano e, estes biscoitos são apenas um snack que lhe dou de vez em quando.

Depois de pesquisar por biscoitos vegetarianos para gatos, fiquei desapontada ou só encontro biscoitos apropriados para cães, ou encontro biscoitos com ingredientes não apropriados para gatos,... Decidi então criar a minha própria receita.

Biscoitos 100% Vegetais Caseiros para Gatos

Ingredientes:
- 1 xícara ervilhas
- 1 xícara cenoura
- 1/2 xícara levedura de cerveja em flocos
- 1/2 xícara farinha de arroz
- 1/2 xícara de flocos de aveia triturados
- 1 colher de sopa de azeite

Instruções:
Começamos por colocar a cozer as ervilhas e as cenouras até ambas estarem macias.
Guardamos a água da cozedura para usar mais tarde.
Deitamos os legumes num recipiente e esmagamo-los (em alternativa, os legumes poderão ser triturados com um processador) .
Adicionamos o azeite e a levedura de cerveja e misturamos tudo.
(Aqui está o Filipe, o meu gatito, a comer um pouco da massa numa colher de pau)

De seguida deitamos os flocos de aveia e incorporamos na mistura.
Finalmente deitamos a farinha de arroz e, caso a mistura esteja demasiado seca ou mal incorporada, vamos deitando uma colher de sopa da água de cozedura, de cada vez, até a massa ficar incorporada.
Polvilhamos um pouco de farinha de arroz numa superfície e colocamos a massa em cima.
Com a ajuda de um rolo, esticamos a massa e com cortadores pequenos de bolachas (ou com a ajuda de uma faca) cortamos as varias bolachinhas.
Vamos colocando as bolachinhas num tabuleiro forrado com papel antiaderente e pré-aquecemos o forno a 200ºC.

Opcionalmente: Podemos misturar 1 colher de sopa de levedura de cerveja com 1 colher de sopa de azeite e, pincelar cada bolachinha com um pouco da mistura.


Colocamos o tabuleiro no forno e aguardamos 7 minutos. De seguida, viramos as bolachas e levamos ao forno mais 7 minutos.
Se ao fim deste tempo as bolachinhas ainda estiverem muitos moles aguardamos mais uns minutos.

Depois destes biscoitos feitos, deixamos arrefecê-los completamente e guardamo-los num recipiente hermeticamente fechado.

Estes biscoitos duram cerca de 2 semanas.

Dica: Poderá também incorporar abóbora cozida na massa. E, catnip (erva-gateira) também poderá ser adicionada, caso o seu gato goste.

Antes de fazer os biscoitos: Verifique se o seu gato gosta de levedura de cerveja, a maioria dos gatos gosta bastante mas tive um gatinha que não gostava logo, não iria gostar dos biscoitos.

Aviso: A receita destes biscoitos foi criada por mim, recorrendo a alguma pesquisa sobre que ingredientes vegetais os gatos podem comer.
A massa dos biscoitos não deverá levar nenhum condimento como sal ou açúcar.
Nunca dê aos seus gatos os seguintes alimentos: Tomate, Chocolate, Abacate, Cebola, Alho,... (são tóxicos para os gatos).

 (Aqui está o Filipe a comer os biscoitinhos)

Apesar desta receita ter sido pensada para gatos, os cães também poderão comê-la :)

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Cheesecake de Banana e Caramelo (Banoffee)

Eu acho seriamente que esta é a melhor sobremesa vegetariana que alguma vez fiz!
A receita original não é da minha autoria mas eu fiz-lhe umas pequenas modificações para ficar mais ao meu gosto e adaptar aos ingredientes que tinha.


Cheesecake de Banana e Caramelo:

Ingredientes:
Para a Base:
- 1 xícara de caju cru
- 1/2 xícara de coco ralado
- 6 tâmaras sem caroço demolhadas por 5 minutos
Para a camada de banana:
- 2 bananas congeladas
- 1 xícara de cajus demolhados de um dia para o outro
- 2 colheres de sopa de óleo de coco
- 1/2 xícara de leite de coco
- 1/4 de xícara de xarope de ácer (maple syrup)
- 1 colher de sopa de sementes de chia
Para a cobertura:
- 1/4 de xícara de xarope de ácer
- pitada de sal
- 2 colheres de sopa de manteiga de avelã (ou de outro fruto seco: amêndoa, amendoim, caju,...)
- 1 colher de sopa de óleo de coco
- 1 colher de chá de extracto de baunilha
- 25g de chocolate branco (100% vegetal) (opcional mas recomendado)
Para polvilhar:
- coco ralado a gosto

Instruções:
Para a base:
Coloque todos os ingredientes num processador de alimentos e triture tudo.
Espalhe a mistura numa forma circular e com a ajuda de uma espátula, pressione a mistura para ficar uma base lisa.
Coloque a forma no congelador por 10 minutos.

Para a camada de banana:
Coloque os cajus demolhados (sem a água) num processador de alimentos e comece a triturar.
Lentamente vá adicionando as bananas cortadas às rodelas, juntamente com o resto dos ingredientes.
Quando estiver uma mistura cremosa e homogénea, deite-a para cima da base feita anteriormente.
Alise a mistura com uma espátula e coloque no congelador por algumas horas até que fique firme.

Para a cobertura:
Deite todos os ingredientes para um tacho e coloque em lume brando.
Com a ajuda de uma colher de pau vá mexendo constantemente para a mistura não queimar. Quando estiver tudo derretido e a mistura homogénea, desligue o lume e espere uns minutos para o caramelo arrefecer um pouco.
De seguida, com a ajuda de uma colher espalhe o caramelo por cima da camada de banana.

Finalmente, polvilhe com um pouco de coco ralado.

Cheesecake de banana e caramelo feito!
O problema agora é não comer tudo numa única vez! :D




Receita original aqui.



Almoço na "Princesa do Castelo"

Hoje esteve um dia lindo em Lisboa, sol, calor, céu limpo. Quase parecia Verão.
Foi então decidido fazer uma visita à "Princesa do Castelo" para o almoço.

É já a terceira vez que visito este restaurante, junto ao Castelo de São Jorge, e é também a terceira vez que saio satisfeita.

A ementa de hoje era um menu de páscoa por 15€ que incluía sopa, prato principal, sobremesa e bebida (chá, cerveja ou vinho da casa):

A "Princesa do Castelo" é um restaurante pequenino, mas muito bem situado. Tem umas 5 mesas no interior e mais uma pequenina para esplanada mas é extremamente acolhedora.
A comida é toda ela vegetariana (vegan) sem qualquer tipo de derivados. Além disso é bastante variada, com sabores diferentes ao que estou habituada, muito bem preparada e servida.
Os empregados são todos eles muito simpáticos.
O preço é aceitável. Não é um restaurante barato mas está longe de ser considerado caro.

Recomendo vivamente!

Deixo aqui as fotos do que me foi servido hoje:

Sopa Primavera:

Seitan grelhado com molhos de cogumelos e vinho tinto, cenouras e cebolinhas assadas com alecrim, salada de arroz agulha com passas brancas e ervilhas, feijão verde enrolado e couves cozidas a vapor.

Bolo de chocolate com frutos vermelhos:

Podem seguir o "Princesa do Castelo" no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Princesa-do-Castelo-Restaurante-Vegetariano/436028109780236?fref=ts